2008-10-14

Vida em familia

Nos ultimos anos tem-se tornado um habito passar alguns dias das férias em casa da minha sobrinha em Santarem . Não me vou gabar a dizer que sou o tio preferido porque ela não tem mais nenhum , também não posso dizer que fui eu que a criei até porque tinha 12 anos quando ela nasceu , contudo passamos imenso tempo juntos nos seus 10 primeiros anos de vida , por contingencias tive muitas vezes que ser eu a aguentar a pastilha , passados aqueles momentos de realcionamento dificil de levar mijadelas e ter de lhe mudar aquelas fraldas cheirosinhas , construimos uma relação especial , porque ela sempre foi uma miuda especial , personalidade forte , convições inabalaveis , temerária mesmo quando sentia a razao do seu lado , como da vez que foi ao acampamento dos ciganos tirar satisfações com o puto que tinha batido no irmão e safou-se apenas com um olho negro ou quando cortou relações com a professora primária por lhe ter dado duas reguadas e só as reatou quando ela deitou a regua ao lixo . Outra das suas qualidades , talvez a que eu mais apreciava e a mais conveniente , é que fosse comigo para onde fosse ninguém lhe conseguia arrancar uma palavra de onde tinhamos estado ou o que tinhamos feito , nunca tive de lhe pedir para guardar segredo de algumas situações menos ortodoxas porque simplesmente não era necessario .

Agora tenho mais 3 sobrinhas , sobrinha em 2º grau melhor dizendo , infelizmente não estamos tão juntos quanto gostariamos , mas fazemos sempre os possiveis por rentabilizar esse tempo . Curiosamente apesar de terem personalidades completamente diferentes estas 3 pestinhas dão-se muito bem entre si .




A Nocas é a miuda mais querida que alguma vez conheci , é muito meiga e isenta do egoismo que geralmente nos acompanha na infancia , pensa sempre primeiro nos outros e tem atitudes amorosas que dificilmente esperariamos duma criança . Embora a mãe tenha dificuldades em aceitar que tem uma predileção por ela , algo dificil de gerir quando se tem 3 filhas , a verdade é que tem mesmo ...
Quando a Nocas caiu em casa , partiu o braço e teve uma fratura exposta , a empregada levou-a de imediato ao hospital e avisou á mãe que se encontrava a dar aulas .
A minha sobrinha passou-se claro , saiu de imediato e dirigiu-se ao hospital , a miuda já estava a ser tratada nas urgencias e não a deixavam entrar , como nunca foi mulher de ficar de braços cruzados , procurou alguem conhecido que desse uma ajudinha ... Num meio tão pequeno como Santarem não foi dificil encontrar um familiar dos seus alunos a trabalhar no hospital , o sujeito foi pedir ao médico se a deixava entrar , afinal tratava-se duma miuda de 6 anitos .
Bom , o médico concordou que ela entrasse e deixou um aviso que não queria choradeiras , ela que sempre foi uma mulher de armas , repondeu , e eu sou lá mulher de chorar ...
Quandro entrou , mal a filha a viu desatou num pranto :
- Ò mãezinha eu tenho tantas dores , de certeza que vou morrer , eu não quero morrer nesta casa que cheira muito mal , leva-me embora pra nossa casa , deixa-me ir morrer á minha casinha ...
A minha sobrinha apanhada de surpresa não conseguiu evitar que as lagrimas lhe começassem a correr pelas faces , o mádico passou-se , eu não lhe disse que não queria aqui choradeiras ? Ponha-se lã fora ...
A visita nem 2 minutos durou ...




Mas Deus é grande e para que a minha sobrinha tivesse mais consciencia do doce que a Nocas é , deu-lhe outra filha que é do piorio , mafiosa , rufia , desafiadora , faz questão de marcar bem as distancias , não da confianças e quando é obrigada a dar um beijo a alguém faz questão de limpar de imediato a cara enquanto olha pelo canto do olho , quando alguém desconhecido se aproxima dela faço questão de avisar , cuidado que morde ...


Existe ainda A Maria com 12 anos , mas não dá problemas desde que não tenha de fazer nada , quando perguntamos o que quer ser quando for grande , é indiferente desde que náo tenha de trabalhar muito , é facil percebermos que o seu principal problema existencial seja entender porque as pessoas andam sempre tão stressadas a correr dum lado pro outro . Felizmente não está sozinha no mundo , o pai é do tipo de estar no aperitivo quando todos estão na sobremesa , o que sempre me intrigou foi como alguem tão pascácio pode gostar de HeavyMetal , sobretudo Ramones , Iron Maiden e Sex Pistols , acreditem que fui obrigado a ver com estes olhos que a terra há-de comer , dois videos dos Iron Maiden , um deles no pavilhão do Atlantico onde esteve presente , esteve também perto do divorcio quando quis levar as minhas sobrinhas a ver o Marilyn Manson . Embora não seja apreciador de HeavyMetal tento encarar isto como um upgrade doloroso mas necessario da minha cultura rock .

Se pensam que se trata de 3 anjinhos , também não é tanto assim , que o diga o primo , voluntario adormecido das suas peripecias ...

1 Comentários:

Às 11:59 , Blogger Tita disse...

Uma familia maravilhosa!
Um Pai e um tio babadão.

Beijos

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial