2008-03-19

Aparentemente os romanos terão sido a sociedade mais permiscua e dada aos excessos de toda a antiguidade , pelo menos segundo os nossos padrões . Se alguma libertinagem pode ser explicada pela própria concepção que tinham do sexo , algo tão natural que as cenas mais explicitas apareciam pintadas desde os murais da entrada aos sanitarios , a apetencia pelo sangue não sendo incomum em outras sociedades encontrou aqui expressões no minimo preocupantes enquanto antepassadas próximas do nosso inconsciente social . Toda a evolução humana e tecnologica nãoparece ter sido suficiente para apagar essas tendencias morbidas e se hoje em dia não temos combates de gladiadores , subsistem espectaculos que como as touradas , combates de cães e galos ou o boxe , acordam em nós o fascinio pelo sofrimento alheio , o extase do
sangue dos outros e o prazer de encurralar seres em situações radicais extremas onde a propria vida está em jogo .
Talvez possamos pensar que os combates de gladiadores erm uma coisa barbara e impiedosa , devemos contudo lembrar-nos que naquela época aniquilar brutalmente populações inteiras quando vencidas era um habito instituido e muitas vezes até desnecessario , mas mais que a violencia implicita nesses combates choca-nos o prazer e o delirio que provocava e se semtimos alguma piedade pelos gladiadores , esqueçam , eles eram como os nossos rock-stars , idolatrados , amados , ricos e famosos ... Era o show-business da época e provavelmente qualquer escravo sonharia em ser um gladiador , pensaremos que de alguma forma seria uma carreira curta , para alem de não terem alternativa é possivel que o vissem como um risco calculado tal como um alpinista ou um piloto o faz , muitos continuariam a faze-lo mesmo que não fossem obrigados ,conferia-lhes um estatuto , riqueza e poder inalcançaveis doutro modo e afinal sempre houveramprofissoes de risco , ser escravo ou soldado também não garantia uma vida longa a ninguém .
Os gladiadores eram de tal forma venerados que originaram um prospero negocio que nada tinha aver com os combates , a comercialização de suor de gladiador , produto raro e caro era usado em todo o tipo de poções e afrodisiacos . Alias os romanos eram mestres nas artes das poções e sobre tudo dos venenos que usavam amiude para resolver quer problemas polticos quer conjugais ou domesticos .
A mistificação que envolve a vida do romanos atinge o seu auge com a figura problemática de Nero que incendeia Roma e do cimo do monte Vesuvio observa o espectaculo tocando lira .
O famoso incendio que provavelmente se deveu a um simples acidente , alastrou pelos bairros pobres onde a madeira era o material base e ficou rapidamente incontrolavel . A ligação de Neroao incendio deve-se talvez ao facto da guarda imperial ter sido destacada para numa tentativa deseperada incendiar alguns edificios tentando criar contra-fogos , certo é que Nero não ficou a tocar a sua lira no Monte Vesuvio já que este ficou inacessivel devido ao fogo .
Nero alias era mal amado pelo seu povo por tentar substituir os combates de gladiadores e outras atrocidades por espectaculos de poesia , teatro e musica . Apreciador e admirador de arte e dos gregos a quem durante uma visita ofereceu a independencia , usou o incendio e os cristãos que enquanto seita oculta já haviam suscitado desconfianças do povo , para limpar a imgem e cair nas suas boas graças , apenas uma acto politico , nada que algum dos seus antecessores não fizesse e que não o torna num monstro assim tão diferente dos que anteriormente governaram os romanos .





1 Comentários:

Às 18:53 , Blogger Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras disse...

História e civilizações antigas. Gostei da tua dissertação.
Um beijo enorme

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial