2008-01-25

Jazz , Bandeira a Meia-Haste


O ano de 2007 acabou com uma má noticia para os amantes do jazz , dia 23 de Dezembro falecia Oscar Peterson , aos 82 anos de idade o fabuloso pianista canadiano partiu deixando uma enorme magoa a todos quanto adoravam quer a sua musica quer o homem simpatico , afavel e sorridente que a executava ....
Admirador confesso de Art Tatum , como ele um tecnicista eximio , possuidor de velocidade , desenvoltura e habilidade invejaveis , não se defenindo num estilo acompanhou os ventos e as tendencias impondo os traços pessoais que caracterizaram a sua musica , a beleza e o lirismo que convida e desperta emoções e o equilibrio que as mantem acesas , o sentido poético alicerçado numa técnica impressionante , a beleza dos seus solos dificilmente deixam alguem indiferente . Tendo gravado a sua primeira obra em 1950 , Tenderly , deixa-nos um legado de mais de 100 obras , a maioria ao lado dos grandes nomes do jazz .




Tarefa dificil escolher algumas musicas entre a sua enorme biblioteca , optei por escolher não as que melhor poderiam defeniriam o sua forma de tocar , as obras com o trio classico , mas antes obras onde acompanha outros nomes grandes do jazz .


O primeiro tema Reunion Blues onde o trio de OP se faz acompanhar pelo vibrofonista dos Modern Jazz Quartet , Milt Jackson .
O segundo , o classico Route 66 , OP acompanha os Mahanathan Transfer , o fabuloso quinteto vocal .
O tema Au Privave junta Joe Pass , Toots Thielemans , Louis Belsen e Niels Pederson .
Stardust junta a OP um dos mais conceituados trompetistas da história do jazz , aquele a quem chamavam «O Presidente » , Lester Young , romantico , sensitivo , introspectivo , um musico que sempre resistiu ás pressoes e ás vertigens ideológicas e se manteve fiel a si próprio e ao culto dos sentidos ...
The Gentle Rain acrescenta um coro ao trio de OP , um coro de peso , The Singers Unlimited .


Um convidado especial , muito especial , acompanha o trio neste Medlley composto por Don´t Know Why e How long has that being on , o saxofonista Stan Getz .
Stormy Weather , um dos mais belos standarts do jazz , a companhia de Itzhak Perlman .
It Never Entered My Mind reune dois extraordianrios saxofonistas , Coleman Hawkins e Ben Webster e consequentemente duas filosofias diferentes na forma de abordar o saxofone .

Para finalizar o trio de OP , o formato que mais parece ter agradado ao pianista ao longo da sua longa carreira musical , piano , bateria e contra-baixo , o tema Laura .










E como uma imagem vale mais que 1000 palavras , dois videos , uma pequena homenagem a um grande musico ...

O tema Soft Winds , a colaboração preciosa de Joe Pass






Oscar Peterson tocou quase sempre em trio ao qual frequentemente adicionava convidados , desconheço que alguma vez tenha formado quartetos , quintetos ou sextetos numa base regular , como outros mais conceituados pianistas como Bill Evans ou Keith Jarrett , nunca escondeu a sua preferencia por este tipo de formação que dispensa os metais , o video do tema You Look Good To Me durante o festival de Montreux de 1977 , um trio onde encontramos Ray Brown no contra-baixo e Niels Pederson na bateria .







É com imensa pena que vemos partir um dos mais carismáticos pianistas da actualidade , um dos já poucos sobreviventes que atravessaram a era Bebop , mas também um homem que irradiava simpatia , alegria e um amor genuino pela vida , reservamos-lhe um lugar no nosso coração , descanse em paz ...



0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial