2007-11-13

O Banjo e o Bandolim

Queria corrigir um engano cometido num dos posts anteriores , quando publiquei alguns temas do album Enchantement interpretado pelo dueto Corea-Fleck , referi que Bela Fleck tocava bandolim , o que estava incorrecto , o instrumento é o banjo .



Fiquei algo curioso sobre estes dois instrumentos que pensava de alguma forma fossem aparentados , o que não é verdade e a primeira grande diferença reside nos materais usados na caixa de ressonancia , madeira no bandolim enquanto os banjos primitivos usavam uma pele esticada sobre um aro metalico á imagem dum tambor .



As origens do banjo encontram-se na africa ocidental e não existem datações precisas do seu aparecimento , foi introduzido nos USA no inicio do sec XIX e chegou á Dixie-Music (na altura não existia ainda o que hoje chamamos Jazz) em 1890

O bandolim surgiu na Itália no século XVI , Vivaldi foi o primeiro a compor obras para este instrumento , difundiu-se um pouco por todo o lado e a genética fez o resto , existem bandolins para todos os gostos e feitios e alguns são maravilhosas obras de arte como podem ver
O banjo e o bandolim não se distinguem apenas no material e formato da caixa de ressonancia mas também no numero de cordas e forma de afinação . O banjo pode ter 4 , 5 ou 6 cordas e varios tipos de afinações , o banjo de 4 cordas pode ser afinado de 5 formas diferentes (exemplo C-G-D-A ou D-B-G-D), o de 5 cordas afina-se em D-B-G-C-G e o de 6 cordas E-A-D-G-B-E , mas existem ainda variações alternativas .


O bandolim mais vulgarizado é com formato de pêra e costas abauladas , possui 8 cordas , agrupadas duas a duas. Cada par de cordas está afinado em uníssono, e estão afastados em quintas, semelhantes ao violino (G-D-A-E) .
Existe ainda outro instrumento aparentado , a Mandolina que provem da Mandola , mais pequena , citada pela primeira vez em Italia em 1634 , que viu variar pelos tempos o numero de cordas mas a mais predominante foi a mandolina Napolitana com 4 duplas cordas e afinada G-D-A-E .


Gostava de deixar uma nota para os mais desligados da teoria musical , no que refere ás afinações e ao conjunto de letras citados A,B,C,D,E,F,G que não são mais que uma nomenclatura diferente do DO,RE,MI,FA,SOL,LA,SI,DO que todos conhecemos , mas atenção que não se trata duma correspondencia directa, o C=DO , D=RE , E=MI , F=FA , G=SOL , A=LA e B=SI .
Como saberão os instrumentos de cordas são afinados fazendo corrresponder notas diferentes a cada uma das cordas , da mais grave pra mais aguda , mantendo geralmente um intervalo (musical) fixo entre elas , no caso do bandolim intervalos de quinta , uma quinta é por exemplo o intervalo entre DO é o SOL , basta contarem 5 notas , DO-RE-MI-FA-SOL , logicamente a sexta (intervalo de sexta) de DO será o LA e sucessivamente , contudo os intervalos não são assim tão simples , podem ser aumentados , diminutos ou perfeitos , mas isso já são contas doutro rosário ...

Não se deixem impressionar , não estão perante um perito de teoria musical , os meus conhecimentos são basicos senão rudimentares , a verdade é que no paragrafo acima practicamente os esgotei . Se por acaso entre os frequentadores deste blog existem pessoas com formação musical , uns ensinamentozitos não seriam nada mal vindos ...






Hoje decidi voltar a falar de Bela Fleck porque é um musico que até há bem pouco desconhecia e me impressionou não só pela raridade que são os executantes do banjo quer no jazz quer na musica em geral , mas sobretudo pela forma extraordinaria como consegue fazer falar este intrumento tão esquecido da musica moderna , ficam mais alguns temas da obra Enchentement para que possam dela disfrutar e apreciar toda a tecnica e beleza do banjo de Bela Fleck que conta com a preciosa ajuda de um pianista que dispensa qualquer comentário , Chick Corea .
É um excelente trabalho que condensa duma forma perfeita dois instrumentos que á priori não teriam um encaixe facil , também não seria de esperar outra coisa de Corea que sempre fez questão que as suas obras primassem pela qualidade , aqui temos mais uma pequena demonstração de todo o seu virtuosismo e classe mas também de algo mais , a alma que Corea empresta á musica , algo que não se aprende nos livros mas que faz toda a diferença entre um bom executante e um bommusico .

Senorita
Spectacle
Children´s Song nº 6
Sunset Road
Mountain



3 Comentários:

Às 01:57 , Blogger Trilla 1 disse...

Uma coisa não entendi,chapa,Hohn Lennon começou seus 1ºs passos de guitarra no banjo de sua mãe(Julia)de 5 cordas,mas segundo a afinação que vc citou,não seriam semelhantes as formas dos acordes,porém pesquisei no mercado livre o banjo de 6 e 5 cordas e ambos são do mesmo porte de v660 mm (26 in)com 22 casas,só o que vária é a 5 corda extra no banjo de 5 cordas,já o outro é tal qual a guitarra,saberia dizer sobre esses instrumentos e acontecido de Lennon,se der posta aeh,abs!!!

 
Às 01:10 , Blogger SBBS disse...

Bela Fleck vem a portugal apresentar o seu novo projecto, acompanhado de uma cantora africana do Mali. Dia 21 de Julho no FMM de Sines 2012. A não perder.

Bela Fleck é o melhor banjista de 5 cordas que alguma vez existiu. Não há nem nunca houve melhor que ele. EU toco banjo há mais de dez anos e ele, para mim, é inatingível.

 
Às 01:11 , Blogger SBBS disse...

A afinação do banjo de 5 cordas é D B G D G.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial