2007-10-30

O Trombone


        O trombone existe no jazz desde o tempo das primeiras orquestras de swing . É instrumento de dificil execução sobretudo se pretendermos variações rápidas e precisas como as exigidas num solo , já que as notas dependem do deslizamento mecanico da peça unida ás duas varetas , tal como no contrabaixo e no violino não existem pontos de referencia como por exemplo na escala duma guitarra onde sabemos precisamente onde se encontram cada uma das notas , no trombone variações milimétricas podem significar uma oitava abaixo ou acima . Talvez por isso tenha quase sempre sido relegado para segundo plano , reduzido a notas de apoio e complemento , foi preciso a chegada do Bebop para que aparecessem musicos dispostos a assumi-lo como um instrumento capaz de ombrear ao lado do sax e do trompete nos solos da melodia .





        JJ Johnson nasceu a 22 de Janeiro de 1924 em Indianapolis , cidade onde viria a falecer em 4 de Fevereiro de 2001 , um dos percussores do Bebop , um frequentador do mitico Minton´s , entre os muitos musicos que acompanhou nomes como Benny Carter , Count Basie , Charlie Parker , Dizzy Gillespie , Sonny Rollins , Miles Davis , Oscar Petitfort e Kay Winding .
        Jay Jay , alcunha por que era conhecido JJ Johnson , foi o primeiro a faze-lo , embalado pela espiral de renovação trazida pelo Bebop , este membro do nucleo duro do Minton´s surpreendeu todos ao apresentar solos no trombone .
        Se bem que tenha provado que pode faze-lo como qualquer outro instrumento , a verdade é que depois dele existiram muitos poucos trombonistas capazes ou dispostos a assumir um papel preponderante na execução de obras , ainda hoje existem muitos poucos , na verdade actualmente o unico de renome que conheço é Bob Brookmeyer (mas também não sou propriamente um conaisseur) , o que é de facto uma pena porque é um som belo , suave e cheio , capaz de deslizar entre as notas como nenhum outro pela própria configuração do instrumento .


        Dois temas de JJ Johnson do album Blues for Trombone , dois clássicos   Lover Man   e   Time After Time   ,   Blue Bossa   na companhia de Joe Pass e e   Pennies From Heaven   do album de Emminent JJ Johnson



        Se ficaram fãs do trombone deixo-vos mais alguns temas de Bob Brookmeyer , um dos trombonistas mais conceituados da actualidade , um senhor de 78 anos , nascido no Kansas , que já tocou ao lado de Stan Getz , Gerry Mullighan , Jimmy Giuffre e Bill Evans


        O clássico   My Funny Valentine   ,   Someone to Watch Over Me   na companhia de Zoot Simms ,   I Get a Kick   com Lalo Schifin e   Jazz & Funk   com alguns dos nomes mais sonantes do jazz , Ron Carter , Herbie Hancock , Stan Getz , Gary Burton e Elvin Jones





        Isto lembra-me a historia de um musico brasileiro que horas antes do espectaculo viu o seu trombone sofrer um acidente , dada a escassez de tempo antes do show teve de recorrer a um soldador local . Este volta passado uma hora e entrega-lhe o instrumento . O musico tenta fazer deslizar a vareta e não consegue , olha para o soldador e este diz-lhe , pode forçar á vontade , o que eu soldo não volta a sair so sitio .



1 Comentários:

Às 00:27 , Blogger Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras disse...

Vim deixar um beijo

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial