2007-09-17

Aventuras de Carpinteiro

     Antigamente a porta ao lado era uma carpintaria , a carpintaria do Sr Joaquim , homem baixo , pernas arquedas , ar de aldeão e inevitavelmente com uma carraspana de caixão á cova . Custava-me compreender como conseguia fazer fosse o que fosse naquele estado , a verdade é que era um dos melhores carpinteiros da cidade , a comprová-lo o facto que era o carpinteiro oficial da igreja da Lapa ( que guarda o coração de D. Pedro , legado pelo próprio ) e da igreja Nossa Srª da Conceição no Marques . Era um talhador fora de serie e um especialista dos dourados , mas não só , ainda hoje utilizamos na loja para acesso a parteleiras dois bancos em pinho construidos por ele há mais de 40 anos . Bom , a verdade é que das imagens que tenho de puto também nunca o vi própriamente a fazer nada de carpintaria , volta e meia lá ia ter com ele pedir-lhe uns pausitos para sei lá o quê , encontrava-o sempre sentado , olhava-me , batia com uma força descomunal com a mão na testa mais de meia duazia de vezes e dizia :
- Ai menino, doi-me tanto a cabeça , vem cá daqui a um bocadito .
     Uma vez , perto da estalagem do Lidador , que tem uma divisória de arbustos , entrou em contra-mão , felizmente não houve nenhum acidente , gerou uma imensa confusão mas lá consegiu parar o carro . As pessoas viram que estava tão bebado que não o deixaram continuar , um deles ofereceu-se para o levar a casa , só que ele não sabia onde morava , por fim lá lhe foram á carteira , ligaram para alguem e conseguiram saber a morada .
     Para mal do meu coração tive de andar com ele algumas vezes , quando chegava a um cruzamento não travava lentamente , no ultimo momento metia o travão a fundo e estancava . A primeira vez bati logo com a cabeça no vidro , mas o mais impressionante era a estacionar , acreditem ou não estacionava de ouvido , pancada no detras , pancada no da frente , no detras , da frente , até ficar bem . Uma vez ao sair engatou o parachoques num Volkswagen e arrancou com ele atras , já tinha andado uns bons 50 metros , o pessoal começou a gritar-lhe , o que evitou que chegasse a casa com dois carros .
Voces acreditam que o homem , que faleceu já uns bons dez anos atras na sequencia de varias tromboses , conduziu mais de 40 anos , bebia mais que a forgoneta e nunca teve um unico acidente ?



0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial