2007-08-06

Contos da Primária - Texto 4

O Sr Areias proporcionou-me um dos espectaculos mais tristes que assisti em toda a minha vida .
Vivia-se entusiasmadamente o mundial de futebol 1966 , a edição de cromos com os jogadores das selecções tinha dado a volta á cabeça da putalhada , não se falava doutra coisa e tudo girava á volta disto .
O Fredo Ranhoso distinguia-se facilmente do resto da turma por parecer mais um pai que um aluno e ter constantemente o ranho a escorrer-lhe para a boca , havia reprovado 1 ano na 1ª classe , mais 1 ou 2 na segunda , 1 ou 2 na terceira e era também a 2ª ou 3ª vez que frequentava a 4ª classe . Com os seus 14 ou 15 anos , era muito mais alto e forte que qualquer um de nós com 9 ou 10 anitos , facto que sempre aproveitava para nos gamar os cromos quando jogavamos ao virinha , quer ganhasse quer perdesse pegava nos cromos , metia-os no bolso e perguntava , há algum problema ? Nunca havia problema ... Era um verdadeiro mafioso ...

Nós tinhamos um sistema escolar chamado " A Caixa " , pagavamos uma quota mensal que era abervada num autocolante na contracapa do livro de leitura e sempre que precisavamos dum lapis , dum caderno ou por exemplo uma borracha , estes eram distribuidos gratuitamente .
Um dia o Areias perguntou , ó Fredo tu não tens pago as quotas da caixa , pois não ?
Com uma lata descomunal e uns nervos de aço o Fredo levanta-se e dirigi-se ao prof dizendo , claro que tenho pago , veja tá aqui assinado pelo senhor , e poe-lhe o livro debaixo dos olhos .
Quando o Areias se apercebeu que ele tinha falsificado a assinatura ficou louco ,
o Fredo tinha resolvido investir o dinheiro da caixa em cromos do mundial e falsificado a assinatura do prof ...
Deu-lhe uma sova descomunal á frente de toda a turma , partiu mesmo a régua nas bochechas do rabo do miudo , e era uma regua bem grossa , empurrou-o varias vezes violentamente contra o quadro e as paredes , estalos , reguadas por todo o lado , nunca tinha visto um homem ser assim sovado e nunca tinha imaginado que alguem o pudesse fazer a um miudo .
Findo isto expulsou-o da escola .

Fiquei completamente abismado com o grau de violencia usado e a forma como foi usada , não só eu , toda a turma ficou em estado de choque , mais que tudo surpreendeu-me a atitude irracional do professor , bateu descontroladamente , como um louco possesso , se não tivesse visto nunca teria acreditado ...
Fiquei revoltado como nunca tinha estado antes , perdi todo o respeito e admiração que tinha por ele , aproveitei o facto que era católico praticante e pedi a Deus que o empurrasse pelas escadas abaixo e lhe partisse ambas as pernas ...

A mãe do Fredo obrigou-o a voltar á escola , pedir de joelhos desculpa ao professor e
pedir se o deixava voltar a frequentar a classe , que continuou a frequentar ...



0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial