2007-07-31

TRÊS DENUNCIAS POR DIA DE ABUSO SEXUAL DE CRIANÇAS ...

    Na 1ª página do JN desta segunda feira , este titulo em letras gordas era desenvolvido na pagina seguinte , estudos , numeros , perfis , estatisticas , aquilo que todos já sabemos , que os numeros não param de aumentar ...

    Houve contudo um numero que me deixou perplexo , 30% das queixas acabam por revelar-se falsas , e estão quase totalmente relacionados com processos de divorcio onde esta acusação é usada como arma litigiosa ou simples acto de vingança .

     Acho que não será necessário fazer um desenho para que compreendam o que as crianças apanhadas nestes actos mesquinhos de vingança se veêm envolvidas , as situações traumaticas que serão sujeitas , como se já não fosse suficiente viverem no seio duma familia que se afunda ,exames , interrogatários , mentiras , calunias , coisas que não percebem e não conseguem entender e que as levarão inevitavelmente ao seu pior pesadadelo , não sentirem que são amadas ...

     Sei que não deveria estar admirado , afinal a maior parte dos abusos sexuais de crianças espalha-se como erva daninha no seio da familia mais proxima , pais , mães , tios , padrastos , , avós , amigos da familia , porque não usa-las como uma arma num processo de divorcio ? Porque haveriam de se preocupar com as consequencias ? Afinal são apenas crianças e apresentam uma vantagem á qual se torna dificil resistir , são indefesos ... São inocentes , será simples usa-los e manipula-los ...

     Traduzido em numeros e não entrando em linha de conta os casos não reportados , que
provavelmente serão imensos , em Portugal todos os dias são abusadas sexualmente 2 crianças , e uma terceira ve-se envolvida em acusações do mesmo teor para satizfazer os caprichos da mama ou do papa em vias de divorcio .

    Alguns dias atras uma noticia não menos aterradora reportava em Inglaterra o desparecimento anual de mais de 7.000 crianças , 20 por dia ...

    Será que alguém me consegue explicar o que se está a acontecer ?



0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial