2007-06-04

Serial Killer colecionava louvores da policia

Quando despoletou o caso do cabo da GNR que assasssinou 3 jovens , a primeira apreciação psiquiátrica do caso dizia algo do genero , o cabo sentiu falta do poder que anteriormente possuia ... Se quiserem metaforizar a frase , estejam á vontade , a verdade é que a primeira explicação para a morte das jovens seria a falta de sensação se poder que enquanto cabo da GNR possuia . Voces sabiam que os cabos da GNR tinham tanto poder ao ponto de ressacarem assim ? Não vos parece estranho durante todos os seus anos de serviço nunca ninguém tenha notado nenhum tipo de desvio em relação á necessidade de poder ? E os louvores que constam na sua folha , terão sido atribuidos pelo excelente relacionamento com os detidos ? Alguém me quer convencer que já na GNR este anormal não era do tipo que espancava qualquer puto que aprecesse com um charro , violava as prostitutas e gamava-lhes a pasta , espezinhava qualquer pobre infractor que altrapassasse em 10 km a velocidade limite ? Tantos anos de serviço e nunca foi notado ? Quem diria que temos uma policia tao desatenta , uma das minhas ultimas multas foi por estacionar em paralelo ao domingo na atarefadissima cidade do Porto , na R de Camões com 3 faixas de rodagem , durante os 60 segundos que demorei a comprar um maço de tabaco .
Eu ponho os meus tomates que este gajo brincava com o poder que devia respeitar , que era do conhecimento dos seus superiores e até foi louvado (possui uma folha de serviço com imensos louvores) por isso ...
A GNR pode fazer como a avestruz meter a cebeça na areia , mas todos sabemos que na policia portuguesa , na GNR em particular , continuam a ser encorajados desrespeitos
para com cidadãos á priori sem hipotese de se defenderem , prostitutas , toxicodependentes , sem-abrigo , emigrantes ilegais , pequeno furto e outros afins , e os relatorios dos organismos de defesa dos direitos humanos confirmam-no .
O governo portugues devia estar sentado no banco dos reus ao lado do cabo , não só foi ele que lhe ensinou a esticar as fronteiras do respeito humano , como foi ele que o incentivou a faze-lo , até com louvores ...



3 Comentários:

Às 15:02 , Blogger Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras disse...

Já não se pode confiar em ninguém...nem na policia....

O melhor é emigramos para uma ilha deserta, armarmo-nos em crosué e reiniciarmos tudo...

Bjs

 
Às 01:15 , Blogger Frederico disse...

Estive a ler os últimos três/quatro posts. Gostei muito Pai.

 
Às 01:48 , Blogger Suga_Mentes disse...

Tá bom , diz lá . quanto é que precisas ?

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial