2006-11-13

O contrabaixo no Jazz


Nos primordios do jazz , era a tuba que assegurava o baixo da harmonia bem como a pulsação da secção ritmica . Breve seria sustituido pelo contrabaixo de cordas , sendo atribuida a Bill johnson , da original Creole Orchestra , a introdução deste instrumento no jazz em 1911 .
Contudo a sua assiduidade so seria imposta cerca de 10 anos mais tarde , com Pops Foster da banda de Louis amstrong , estabelecendo o contrabaixo como o instrumento basico da secçao ritmica das bandas de swing .
O mais importante contrabaixista deste periodo foi Walter Page , da orquestra de Count Basie , o percursor do walking bass , tecnica atraves da qual o instrumento passava a descrever linhas continuas que nao se limitavam apenas ás notas fundamentais dos acordes .
Na decada seguinte Jimmy Blanton , da banda de Duke Ellington , elevou o contrabaixo a instrumento solista , gravando notaveis duetos com o Duke entre 1939 e 1942 .
Com os anos 40 e a chegada do Bebop , as orquestras deram lugar a pequenos grupos que tocavam uma musica complexa , mais rápida e com grandes solos inprovisados , nasceu uma nova geração de musicos que transformaram o instrumento de apoio num verdadeiro solista , musicos como Tommy Potter , Red Callender , Milt Hinton , Oscar Pettiford ou Ray Brown . Mas o contrabaixo só chegaria realmete ao primeiro plano com o talvez maior de todos os contrabaixistas , Charles Mingus .
Uma grande ajuda na afirmação deste instrumento como base do solo deu-se tambem nos anos 60 com Scott LaFaro , que integrava o trio de Bill Evans . LaFaro desenvolveu um estilo lirico e interactivo , em que o contrabaixo se liberta da função de acompanhador desenvolvendo dialogos com outros elementos do grupo .

A musica em baixo, o tema de Miles Davis All Blues mostra como o baixo pode tomar o lugar dos normais instrumentos de solo

All Blues - Ron Carter

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial