2006-07-17

Documentário sobre o Património





Ajuda , Precisa-se ...

Sou uma triste casa abandonada há muitos anos , sou uma das mais belas obras de arte da cidade do Porto
e estou neste estado de decadência , neste triste pais onde se devolvem verbas por nao haver projectos ,
onde o siza impera , perdão o cinza , e por favor não me obriguem a ser propriedade do Castelo Branco para ser recuperada ...













Sou o nº 1276 da rua do Bonjardim , nome cinico para aquele que parece irá ser o meu cemitério ...



Aposto que meia duzia de ordenados do Sr Scolari que punham nova ...



Mas atenção por favor , ainda me resta um pouco de dignidade , não me ponham nas maos do Siza nem do Soto , nunca conseguiria sobreviver sem estas arvores que sempre me acompanharam ...



Já nem me importava de voltar a ser um hospital psiquiátrico ...

5 Comentários:

Às 23:02 , Blogger P. Guerreiro disse...

Ainda existem obras muito bonitas...É pena que tudo se perca..."the sword of time..."

 
Às 23:15 , Blogger Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras disse...

pois... The sword of time...e da incompetência de quem gere câmaras e dinheiros públicos.É uma vergonha nacional. Por todo o país se vêem autenticas obras de arte e de arquitectura deitadas ao abandono.
Sintra é um exemplo disso, mas queres saber a melhor: apesar das inúmeras belas casas a precisarem de restauro aqui na Vila de Sintra, o Str. Presidente da Cãmara resolveu dar o subsidio ao José CAstelo Branco e À Sra. D. Betty para pintarem a casa deles...ironia não é?OU será falta d evergonha naquelas caras?
Que venham Àlvaros Sizas e Eduardos Sottos Mouras, o importante é que restaurem obras como essa.
Bjs
Belo tema o de hoje!
É uma casa particular ou da Câmara?

 
Às 11:07 , Blogger Talk Talk disse...

Tem ar de casa assombrada (ui ui), eheheheh
Mas é muito bonita e é pena que esteja nesse estado.
Um abraço.

 
Às 23:29 , Blogger Margarida V disse...

que maravilha.

 
Às 16:47 , Blogger Pluno disse...

Soube ontem que este palacete vai começar a ser restaurado.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial