2006-07-10

Concertos para Elites em Sala construida com dinheiros públicos

Dia 23 de Setembro a Casa da Música apresentará aquele que será possivelmente o mais sonante de todos os espectaculos até hoje aí realizados , um dueto de peso , Chick Corea e Gary Burton , teclas e vibes .
Apressei-me a reservar bilhetes e fui surpreendido por algo novo na Casa da Música , preços proibitivos ... 60 euros cada bilhete ...
Não comprei bilhetes , financeiramente com mais ou menos sacrificio poderia faze-lo , por um questão de sanidade mental e protesto não o fiz ...
Se a politica da Casa da Musica assenta em fins lucrativos nunca deveria ter sido construido com dinheiros publicos , se a sua finalidade não é a democrartizaçao da musica e promover um acesso facil á mesma , se a finalidade é promover espectaculos a elites nunca deveriam ter mentido quanto á sua finalidade ,nem usado o dinheiro de nós todos ...
Por muito que de voltas á cabeça não consigo compreender a politica dos preços , certo que saõ dois musicos muito conceituados , mas não o eram também Dave Holland , Bill Frisell , Richard Galliano , e outros que por lá passaram ? Porque razão triplicam e quadriplicam os preços ?
Esperemos que seja apenas uma excepção ...

De qualquer forma se algum insano ou algum milionario estiver disposto a ver o concerto , deixo um cheirinho daquilo que poderão encontrar


Senor Mouse , Chick Corea e Gary Burton

3 Comentários:

Às 22:06 , Blogger pb disse...

Vai uma apostinha em como a sala vai esgotar ?

 
Às 11:20 , Blogger Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras disse...

Concordo com o Pb. Aposto que esse concerto vai esgotar. Mesmo que quem lá vá não perceba nada da música, é um bilhete caro e portanto a classe dos novos ricos vai querer mostrar a sua "cultura" ao vizinho.
É este o nosso país....

Mas compreendo e concordo com a tua indignação!

 
Às 23:04 , Blogger P. Guerreiro disse...

Este texto poderia ter sido meu...
Não é assim que se divulga a música.
Quanto muito dá-se oportunidade a quem tem...Dinheiro...
Possivelmente não foi com esse objectivo que o dinheiro público foi gasto...
A imagem de Portugal, culturalmente falanmdo, também é um investimento, mas é feito no sentido de mostrar que sabemos mesmo que isso não seja verdade.
Possivelmente seriam necessários vários concertos para satisfazer a procura, eu próprio faria questão em estar presente...Não foi essa a opção, limitaram-na a eleitos.
São estas pequenas coisas que nos revoltam...Hoje mais de mil na General Motors...60 EUROS?...
Um grande abraço solidário do camarada p. guerreiro!

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial